VOTE ABAIXO
blog andre sento se. Informar é o Nosso Dever, Comunicar é o Nosso Lema!

terça-feira, 12 de novembro de 2013

SENTO SÉ: SAAE graves problemas de falta de água

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Autarquia do município de Sento Sé, é uma conceituada empresa que presta serviços de coleta de esgoto e tratamento de água à população. Problemas possíveis na estrutura física do sistema de captação, Estação de tratamento, sistema de distribuição da água aos usuários, problemas de gestão e administrativos, equilíbrio financeiro entre a arrecadação e despesas, podem ser identificados como tais e possíveis problemas existentes na autarquia, considerando diversas situações e que tem comprometido os serviços do SAAE. Acrescente: Inadimplências, ligações clandestinas, vazamentos, aqueles que não pagam de jeito nenhum, altas temperaturas etc. 
A Direção do SAAE, o poder executivo municipal (que tem ajudado com aportes financeiros), a câmara de Vereadores, precisam sentar e organizados levantar dados, mapear a existência de pendências, problemas e daí em diante buscar soluções imediatas, efetivas e concretas.
Dados do Portal da Cidadania do TCM – Tribunal de Contas dos Municípios revela que no ultimo mês de Setembro/2013, o SAAE Sento Sé teve um total de 23 pessoas com cargo efetivo gerando uma despesa de R$ 62.992,63. Comparando esse valor com o total da receita corrente no exercício de 2012, se verifica que a arrecadação mensal estimada é algo em torno de R$ 87 mil reais mensais para uma despesa mensal com pessoal efetivo na média de R$ 62 mil, representando aproximadamente 69% (sessenta e nove por cento), de toda a receita. Ficando apenas R$ 25 mil reais para outras despesas, prestadores de serviços, aquisição de materiais de uso comum, manutenção de equipamentos, entre tantas outras.
Esta já é uma histórica situação, há mais de uma década, se agrava a cada dia e que os atuais dirigentes mesmo não sendo os verdadeiros culpados pela caótica situação, com certeza encontrarão uma solução.
Na sessão da Câmara da ultima quinta-feira, 07/11, um grupo de donas-de-casa moradoras da Rua da Usina, Raul Alves de Souza e do bairro Cícero Borges, estiveram na câmara e foram representadas na Tribuna Livre pelas senhoras: Marleide e Arlete que solicitaram apoio e providencias na solução da falta constante de água. Segundo Marleide, determinado funcionário, disse que o problema é falta de recursos. ...Não podemos passar o tempo todo pagando alto preço da falta de água. Não queremos explicações. Resolver de alguma forma. Acrescentou a dona de casa.
O presidente da Câmara, Moacir Martins, sugeriu e foi formada uma comissão de vereadores para na próxima terça-feira, juntamente com as representantes dos moradores, em reunião com o Diretor do SAAE, buscarem uma solução.