VOTE ABAIXO
blog andre sento se. Informar é o Nosso Dever, Comunicar é o Nosso Lema!

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

GERENTE DO BB DÁ EXPLICAÇÕES NA CÂMARA DE VEREADORES

O gerente do Banco do Brasil agencia de Sento Sé, Eduardo Viana, participou ontem, 19/09, da sessão ordinária na Câmara de Vereadores local para falar sobre reclamações que a população tem feita quanto ao atendimento que a agência oferece aos seus clientes e usuários e a falta constante de numerários nos terminais de auto atendimento.
O vereador Rudival Caitano, na sessão do ultimo dia 12/09, levantou algumas questões reivindicadas pela população quanto a determinados serviços prestados pelo banco no município. Sabedor da referida citação, o gerente local se prontificou verbalmente ao Presidente da Casa legislativa o desejo de usar a tribuna com o proposito de dar uma satisfação definitiva à população que, segundo ele, muitos sento-seenses, às vezes, desconhecem os motivos da agencia não atender as suas expectativas, disse Eduardo.
Concedida a palavra disse que “... tem trabalhado diuturnamente para melhorar a situação da cidade liberando crédito pessoal, crédito para empresas, atendimento ao público e etc. Deu ênfase ao falar que as funções  do BB nas comunidades vão muito além de suas portas ou de seu papel de banco propriamente dito. Que o banco tem grande respeito  pela cidade e seus cidadãos; Recentemente o BB através da Fundação autorizou a construção de mais de 100 cisternas no município e que estudos estão sendo feitos para liberação de recursos para reformas e construções de mais de 150 casas do Programa Minha Casa, Minha Vida rural – PNHR. Falou que a missão do banco é ser competitiva e rentável...  
(DESTAQUE É NOSSO( G1 - 13/08/2013 –  BB - Aumento foi de 148,4% em relação ao mesmo período de 2012. No semestre, ganhos somaram R$ 10 bilhões de reais. maior lucro da história)
 Continuando...Por ser a única agencia bancária na cidade, é um privilégio e excelente oportunidade de negócio. A agencia conta com uma das melhores estruturas do estado: Prédio grande, bonito, limpo, equipado para pessoas com necessidades especiais, água gelada, assentos para espera etc.
 QUANTO AO TEMPO DE ESPERA NO ATENDIMENTO.
 Disse: O atendimento obedece aos critérios estabelecidos pelo banco. É padronizado. Efetua uma triagem na entrada para não haver perca de tempo nas filas. Na triagem realiza-se alguns atendimentos simples: entrega de cartões, exclusão de cheques no CCF, pedencias no CPF etc.
 FALTA DE DINHEIRO NOS TERMINAIS:
 Justificou dizendo “... que o desabastecimento das máquinas de saques que ocorrem em alguns momentos específicos e que vem se tornando frequentes, cabe esclarecer que por determinação do BB os limites de abastecimentos dos terminais é pré-estabelecido de acordo com o nível de agencia determinado pelo índice de sinistralidade, ou seja, a probabilidades de algumas ocorrências sinistras, tais como: Assalto, roubo ou ação delituosa desse tipo.” Eduardo disse que todas as agencia do Estado da Bahia e outras regiões possuem alto índice de sinistralidade, razão porque o banco decidiu reduzir o volume de numerários em todas as agencias, excessão para as de shopping centers e aeroportos.
Aproveitou para ler algumas recomendações feitas pela superintendência estadual através do CSO Valores, datada de 26/03/2013. Diz que reduzirá em 30% o limite de numerários em cada dependência.
A redução será implementada por meio de:
A)    Eliminação de numerários mantidos nas dependências em patamar acima das necessidades dos clientes especialmente alocadas sem seus Terminais de Auto Atendimento e reservas na tesouraria..
 NOSSO COMENTÁRIO: Não diz que é pra deixar faltar dinheiro.
 B)    Redução da demanda de numerários de clientes estimuladas por ações locais visando utilizar de outros meios de pagamento que integram o portfólio de produtos do banco: DOC, TED, CHEQUES ETC.
 A partir desse momento o gerente da agencia fez uma série de colocações para tentar justificar as reclamações da população e dos vereadores. Falou de gastos com o transporte de numerários por carro forte, depois disse que o abastecimento só pode ser feito quando as chaves das máquinas estão disponíveis e isso só ocorre no momento da abertura da agencia, que nos dias de pagamento dos servidores municipais, estaduais e aposentados os terminais realizam três vezes mais transações que a capacidade do mesmo, sugeriu a prefeitura escalonar o pagamento dos servidores até o 5º dia útil, por secretária por exemplo, que as elevadas temperaturas na cidade influenciam na operação das máquinas, que Pilão Arcado tem os mesmos problemas, que o número de caixas é determinado em função do número de funcionários da agencia,  que a redução de numerários está relacionado ao recrudescimento das ações criminosas contra as agencias do BB, lembrou que a agencia já foi vitima de tentativa de assalto em 2011 e em Fevereiro 2012 houve uma bem sucedida ação delituosa, o tempo de espera na fila especialmente a partir do meio dia é algo cultural da cidade, falou da responsabilidade dos políticos locais em cobrar do governo do estado no sentido de aumentar os investimentos em segurança pública, dando mais segurança às instituições e aos cidadãos, foi claro ao dizer que as ações de responsabilidade do Governo do Estado vão muito além ao combate à criminalidade exclusivamente mas também a melhoria das condições da estrada de acesso a Juazeiro, citou que no ano passado houve um assalto a um carro forte próximo ao Piçarrão, sugeriu a criação de um Conselho Municipal de Segurança Pública e que o banco pode ser parceiro, entre outras.
 “Encerrado o seu discurso defesa e não apresentando nenhuma sugestão de melhoria dos serviços prestados pelo banco, o vereador Rudival Caitano disse ao gerente que a população não tem nada a ver com as normas do banco e de forma irônica acrescentou “..o povo tem que sofrer ?”. Hipólito discordou e exigiu solução. Não poderá continuar do jeito que estar.
Ainda nos interrogatório, que foram poucos, o gerente disse que todos os anos o BB, Caixa etc. realizam concursos públicos e as pessoas da cidade não passam no concurso. Daí vem gente de Pilão Arcado, Juazeiro, Petrolina etc. Sugeriu á Câmara que fizesse um curso preparatório para que pessoas da cidade possam passar nos concursos e ter funcionários da própria cidade.
O vereador Jamerson Pescador  pediu ao gerente que “analise e informe as soluções para que seja resolvido. Não pode o povo continuar sofrendo.
 Finalmente, o senhor Eduardo informou que a partir de hoje os bancos estarão em greve e que irá fazer o possível para ao menos manter abastecidos os caixas do autoatendimento.
 NOSSA OPINIÃO:
 Na condição de funcionário da instituição, o senhor Eduardo Viana foi fiel às determinações e orientações dos seus superiores. Discordamos, respeitando às suas colocações, quanto à redução de numerários: veja o que o gerente fez questão de ler:
A)    Eliminação de numerários mantidos nas dependências em patamar acima das necessidades dos clientes especialmente alocadas sem seus Terminais de Auto Atendimento e reservas na tesouraria..
 Temos conhecimento de gerente de agencia que nas mesmas condições trouxe não somente explicações e sim solução para as questões levantadas. Estamos de comum acordo de que as soluções estejam dentro da margem de segurança para o banco quanto aos seus clientes e usuários.
 O gerente disse “... que por ser a única agencia bancária na cidade, é um privilégio e excelente oportunidade de negócio. A agencia conta com uma das melhores estruturas do estado..”
O Banco do Brasil local nada ou quase nada financia para o pequeno produtor. O município é eminentemente agrícola e a agencia nunca teve uma carteira especializada  no setor. Sento Sé nunca foi incluído no Programa de Desenvolvimento Regional (DRS) do banco, contestado algumas vezes por um amigo nosso filho de Sento Sé, concursado e Gerente do BB. O Governo federal tem sólidas linhas de financiamento, programas e projetos que simplesmente não funcionam aqui. Precisamos ter financiamentos para associações, cooperativas, comércio, microempreendedor oportunizando crédito. Assim o banco estará ajudando no desenvolvimento local.   
 NOSSA SUGESTÃO PARA OS SERVIDORES PÚBLICOS:
 A partir de 1º de janeiro de 2007, o trabalhador poderá transferir sua remuneração da conta-salário para outro banco de sua preferência sem pagar impostos ou taxas, conforme medida anunciada pelo governo federal em 6 de agosto de 2006. Que tal o próprio sindicato da categoria acione o Bradesco para melhorar a estrutura local e prestar esse serviço? É nossa sugestão! Pode ser melhorada ou rejeitada.