VOTE ABAIXO
blog andre sento se. Informar é o Nosso Dever, Comunicar é o Nosso Lema!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

06/06
SEXTA-FEIRA

ESPAÇO DO LEITOR: POVO

BEBE ÁGUA PODRE E NINGUÉM 

FAZ NADA!

Mais uma vez estamos relatando a triste realidade do povoado Riacho dos Paes, Sento-Sé BA, que sofre severamente com a falta de tratamento de água, o que obriga os moradores a consumir uma água verde, com mau cheiro e um gosto horrível, nem cloro que seria o mínimo a ser feito não é adicionado à água que chega as nossas torneiras.
É duro saber que as autoridades competentes conhecem a nossa situação e não tomam nenhuma providencia para resolvê-la, acometendo a população em geral ao risco de contrair doenças presente na água sem tratamento. Esse problema da falta de tratamento na água de Riacho dos Paes ganhou muita repercussão uma vez que já foram publicadas várias matérias em rádio, jornais impressos, em TV em blogs de noticias.
As obras referentes ao tratamento da água começaram perto do período eleitoral dos cargos estaduais e federais, é claro para iludir o povo; só serviços topográficos foram feitos vários, colocaram encanamentos e aí esqueceram, agora levantaram um reservatório e instalaram os hidrômetros, já se passaram três meses, somando já são mais de três anos que começaram uma obra simples como essa, ano que vem teremos eleições novamente provavelmente irão retomar as obras de novo, é sempre assim, mas tratamento e água boa na torneira nem pensar. Só que  todo mês pagamos uma tarifa pela água imprópria ao consumo e ninguém nem se importa.
O cheiro da água podre é tão forte que chega a incomodar em todo o povoado, quem pode pagar, compra água das fontes naturais aqui da região, cerca de R$ 25,00 por tambor de 200 litros, só que nem todos têm condições decomprar água, pois, o povoado é muito carente, são obrigados a consumir a água podre.
Nossa comunidade tem um poço artesiano, que está quebrado, mas “eles” não se esforçam para consertar e oferecer uma alternativa para a população conseguir água de qualidade. Bom, o que parece é que as autoridades querem mesmo é que o povo se lasque, pois, só precisam deles mesmo no período eleitoral; particularmente a frase que diz voto de confiança deve ser substituída por voto de decepção, nós acreditamos que alguém poderá fazer algo por nós, por conta das promessas, depois de eleitos... Ninguém consegue nem ver quanto mais cobrar por obras...
Solicitamos a presença da Diretoria Estadual de Saúde (Dires) e da Vigilância Sanitária, para verificar a qualidade da água fornecida pelo SAAE a população, uma vez que já foi realizada uma analise da água e foi comprovada que é imprópria ao consumo humano. Todas as secretarias do município tem consciência do caso, da Saúde, Meio Ambiente e até os responsáveis pelos poços artesianos que alegam falta de combustível para deslocar um carro até o povoado que fica a 18 km da sede do município.
A medida a ser toma imediatamente para amenizar a situação da população é a restauração do poço artesiano. Desde fevereiro os responsáveis pelos poços dizem que já estão com o material necessário para o conserto do poço, o que podemos ver é a falta de vontade de solucionar o problema e de consideração para com a população que sofre e pena pela falta de ações do poder público. Fica difícil até cobrar por iniciativas afim de melhorar a qualidade da água e consequentemente de vida da nossa população já que as tais autoridades não são presentes no município.
Edson William Castro